quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Comi na Rua: Amauri Lanches, chique de bom!


Da imensa vontade de um belo x-salada conheci o Amauri Lanches. Ser quase nova na cidade é assim: acreditamos e apostamos em tudo. E lá fomos, eu e o marido Bill, para aquele trailler vermelho coberto por telhas de barro sustentadas por toras de madeira, comer nosso lanche do almoço, logo ali no final da Avenida Armando Pannunzio, sentido Salto, em Sorocaba. Um X-Salada, um X-Calabresa, duas cocas de garrafinha de vidro e estupidamente geladas, uma esfiha de frango e um ótimo papo com o Seu Amauri, que gentilmente emprestou seu nome para o empreendimento: Amauri Lanches.



É sabido por muitos o fato de cozinheiros se deliciarem de modo mais e mais apurado ao degustarem comidinhas feitas por outros que não eles próprios. Além de, para os mais humildes, ser sempre uma nova lição de gastronomia, poder comer sem colocar a mão na faca também é delicioso. E é isso que adoro fazer quando não estou na cozinha, comer comidinhas dos outros. E na rua, de preferência. Disso será recheada a coluna Comi Na Rua, aqui na Danada da Nanda Comidinhas.

A ideia era antiga e depois de conhecer o Seu Amauri, sua história e simpatia, ah, a ideia amadureceu. Quando o sanduba chegou, todo redondinho, sem uma folha de alface se dependurando, a ideia se firmou. Este senhor de 52 anos é pai de dois moços e uma moça. Ao ficar desempregado na década de 80, montou um carrinho de caldo de cana ali em frente à fábrica da Alpargatas, à beira da rodovia, e por lá cresceu durante 16 anos. Mas veio o DER - Departamento de Estradas e Rodagens - e tirou todo mundo de lá.



Ele não se apertou, foi tentar a vida em Vans, transporte escolar...Difícil mesmo era a saudade dos transeuntes, dos passageiros de seu balcão, do feitio e preparos de alimentos e mimos. Sim, mimos, pois seja qual for o produto oferecido a sua receita é sempre a mesma: carinho e prazer em servir alimentos saborosos para sua clientela. "Não me preocupo com o luxo e sim com a satisfação de quem para aqui para comer", conta Amauri. "Aprendi com a minha mãe a fazer de uma abóbora um verdadeiro rodízio, e dos melhores".

E lá é assim, seu trailler tem três opções de lanche: X-Salada, X-Calabresa e Frangão. O primeiro segue a descrição clássica de pão, maionese ( que para mim tinha um bom toque de alho), alface, tomates, queijo e hambúrguer. O X-Calabresa tem tudo isso e MAIS a calabresa raladinha e passada na chapa. Já o frangão tem frango desfiado no lugar dos hambúrgueres. Na vitrine, esfihas, espetinhos e quibinhos ficam a te fazer água na boca.

Os preços são bem bacanas. Cada lanche sai por R$7 e os salgados por R$3. A higiene é de ponta, tudo bem limpinho e o tempero...ah, estes vocês podem conferir por lá mesmo de segunda a sábado em horário comercial.

E você, tem alguma dica? Conte-me, vou adorar ir lá conferir.

Até a próxima guloseima,

Nanda


2 comentários :

Anônimo disse...

Lembrei daquele programa da Fox: EAT STREET

Inajá Francisco disse...

Danada, adorei a idéia... vou mandar dicas! bjos

Postar um comentário